0

Vida de ilusão

sábado, 26 de novembro de 2016.
Para iludir minha desgraça,estudo. intimamente sei que não me iludo.
Para onde onde eu vou?
Nos meus olhares fúnebres carrego a indiferença estúpida de um cego
E o ar indolente de um chinês idiota! com a certeza de uma vida vazia.
Leia Mais...
0

Minha vida vazia

sexta-feira, 25 de novembro de 2016.
Na agonia de tantos pesadelos uma dor bruta me puxa-me os cabelos, Desperto.
È tão vazia a minha vida!
No pensamento desconexo e falho
Trago as cartas confusas de um baralho e um pedaço de cera derretida!
O céu dorme.
A árvore dorme.
Eu,somente eu, com a minha dor enorme
Leia Mais...
0

Morta

Sinto-me morta nesta cruz que me suporta!
Nem mesmo eu sei o que mais me importa!
Se é a tua ausência, ou se é a tua volta!
Neste meu recinto de segredos e labirintos, vou deixando a máscara cair. Não sei se finjo estar triste, ou se finjo estar feliz. Neste meu neutro estado de ser, não sei mais o que sentir.
Sinto-me morta diante destas horas tortas, enforcada em uma corda, sufocada, em coma, imóvel e sórdida.
Neste meu sepulcro, coloco minha vida... decoro-o com letras e algumas notas de melodia para aliviar-me desta morte que me mata a cada dia.
Leia Mais...
0

Amor e Odio

Eu te amo, com todo ódio que te tenho Amo com o mais suave dos venenos com o mais doce sentimento com a dor mais profunda de alguém chora em silêncio

 Eu te amo.... com todo ódio que te tenho! amo como a fragilidade de uma flor amo como a força de um guerreiro.

 Eu te amo e te odeio! com todos os sentimentos como a tempestade que passa como o assobio de um leve vento.

 Eu te odeio, porque amo demais este amor que te tenho!
Leia Mais...
0

RIOS DA VIDA


Os meus rios de vida secaram,
E nada mais as minhas lágrimas derramam.
Meu sorriso escureceu-se aos meus olhos...
Meus gritos se calam, ao meu silencio.
Morto, meu peito inconstante,
E no mais subto instante
A falta do folego me sufoca,
Me mata, me fere... me envolve!
Gotas rubras pingam em minhas feridas,
Sem cores, sem dor, sem vidas...
As almas do meu amanhecer de treva.
As sombras nas folhas secas,
O soprar do vento,
A chuva entristecida,
Uma existência já esquecida
No vago espaço do tempo.
Leia Mais...
0

Anjos machucados

terça-feira, 8 de dezembro de 2015.
So teu amor eu quis sentir.
E acabei foi esquecida.
E nas lembranças eu acabo te encontrando e mergulho nos momentos, caem lágrimas de amor, muito amor, muito amor. Vem pra mim.
Pois guardo comigo um grande amor, vem amor, vem.
Eu so quero o seu amor, ele que me faz cantar.
Vem amor, vem.
Vem amor, vem.
Boas lembranças viram dor.
É o que me faz sentir e que pra sempre te perdi.
Pra sempre te perdi.
Eu peço pra meu Deus.
Pra ter o seu amor e nada se acabar.
Vem me ajudar pois não vivo sem você.
Te dei minha vida e o meu coração.
E eu aqui chorando.
Aqui chorando, por teu amor.
E assim sofrem os anjos machucados.
Leia Mais...
0

Vazio

Esvaziada. É isso. É assim que me sinto nestes dias. Esvaziada. Ôca. Vazia de tudo. Da alegria e da tristeza. De força e de fraqueza. Calada. E turbulenta por dentro. Turbulenta de vazios. Nada de nada. O vazio do vazio. Olho para trás e o passado parece tão longe. Olho para frente e também não enxergo nada. Nem luz nem escuridão. E o presente ? Ah o presente é um buraco no peito. Uma dor na costela. Um suspirar dolorido. Um vazio sem motivo. Um oco nebuloso.
Quem sabe amanhã? Quem sabe amanhã eu me rendo . E tento encher esse vazio. Seja lá com o que for. Um sorriso de criança. Um cão que brinca e pula. Uma louca que fala sozinha. Como eu mesma canto meus desafinos... Quem sabe o vazio se enche. Se infla de repente. Se anima e pede arrego. E sai carregando sacolas cheias. Cheias de esperança. E boas intenções...
Leia Mais...
0

Tempestades

A gente passa por tantas tempestades, que aprendemos a observar os movimentos dos raios, ouvir o barulho dos trovões e ver que no fundo o que mais precisamos é tomar um delicioso e refrescante banho de chuva
Leia Mais...
0

Música


"Ai, minha musa música, essa coisa que causas em mim ainda não tem nome mas, me possui inteira, querendo ser livre toda hora querendo ser só de dentro pra fora, querendo explodir num ritmo, num solfejo, numa nota... Mata a fome desse meu corpo cansado Faz-me viver no intervalo. Não me abandone, pois sem sua presença morro."


By  Elaine Siqueira
Leia Mais...
0

Amor

A gente nunca se apaixona por alguém de verdade.
Amor à primeira vista não existe.
A gente se apaixona pela imagem que fazemos daquela pessoa na nossa mente.
A gente se apaixona pelas nossas próprias expectativas.
Daí em diante o tempo de responsabiliza por desfiar dia a dia esse tecido de ilusão com o qual encobrimos nossos olhos.
Dia a dia é que vamos descobrindo se há paixão ou não.
O tempo é quem nos acusa de amar verdadeiramente ou nos faz ver que nunca foi amor.

By Dany WR
Leia Mais...
 
†Cripta dos Anjos† © Copyright 2013 | Template By Mundo Blogger |